SCM – Serviço de Comunicação Multimídia

Serviço de banda larga fixa

O serviço de banda larga fixa, chamado pela Anatel de Serviço de Comunicação Multimídia (SCM), registrou 31.312.686 contratos ativos em fevereiro de 2019. Este número corresponde ao crescimento de 6,32% em doze meses (um aumento de 1.861.098 assinantes em relação a fevereiro de 2018).

7.655.037 destes contratos ativos pertencem às Prestadoras de Pequeno Porte  – PPP (empresas que detêm até 5% do mercado), o que representa uma participação de 24,44% do mercado. Este Grupo das PPPs é formado pelos Provedores Regionais e outros membros como, por exemplo, o grupo Algar, entre outros. O restante do mercado é composto pelas grandes operadoras como os grupos da Oi, Claro e Vivo. 

Sozinhos, os ISPs Regionais representam 21% deste mercado, são 6.626.756 contratos exclusivos dos Provedores. Este número nos mostra que o grupo dos provedores regionais está chegando cada vez mais perto do 2º colocado no ranking, que é o Grupo Vivo, hoje com cerca de 24% do mercado, já o 1º colocado, o grupo AMX (Claro, Net) possui aproximadamente 30% do market share.

Embora o serviço tenha crescido de um mês para o outro na quantidade de clientes ativos, alguns estados apresentaram redução de seus contratos.

 

POR TECNOLOGIA

SUBA:

A única tecnologia que demonstra crescimento expressivo é a Fibra Óptica nos gráficos de Fevereiro. Foram 293,5 mil adições líquidas, um avanço de 5,03% no comparativo mensal, totalizando 6,134 milhões de acessos.

Embora um pouco menor, o cabo também apresentou crescimento e adicionou 8,9 mil contratos no mês, um avanço de 0,10%, deixando a base com um total de 9,442 milhões de acessos.

BAIXA:

As maiores quedas foram em:
a) xDSL, ainda a maior tecnologia do País, que teve recuo de 1,52%, total de 11,912 milhões de acessos.
b) rádio (spread spectrum) também mostrou queda: 1,57%, total de 2,118 milhões de contratos.

 

POR VELOCIDADE

ACIMA DE 34 Mbps
Contrário do que vinha acontecendo em meses recentes, em fevereiro apenas a faixa de velocidades acima de 34 Mbps cresceu. Foram 341,9 mil adições líquidas, um avanço de 4,03% e um total de 8,831 milhões de acessos. Em 12 meses, o crescimento já é de 84,92%. Assim, esse recorte já representa 28,20% do total brasileiro.

 

As velocidades que mais caíram foram justamente na faixa de maior base:

De 2 Mbps a 12 Mbps:
150,2 mil desconexões no mês (recuo de 1,55%). Ao todo, esse recorte tinha 9,536 milhões de acessos em fevereiro.

 

POR ESTADO

O ranking geral de estados por quantidades de contratos ativos líquidos:

1) São Paulo: 10.529.006
2) Rio de Janeiro: 3.325.401
3) Minas Gerais: 3.307.165
4) Paraná: 2.270.329
5) Rio Grande do Sul: 2.005.090
6) Santa Catarina: 1.522.155
7) Bahia: 1.022.257
8) Goiás: 1.005.799
9) Ceará: 860.420
10) Distrito Federal: 731.286

 

Estados em Ranking de Crescimento no mês (novos contratos) – Janeiro para Fevereiro 2019

1) Rio de Janeiro: 41.920
2) Minas Gerais: 33.487
3) Santa Catarina: 17.034
4) São Paulo: 8.623
5) Bahia: 8.345
6) Amazonas: 4.247
7) Mato Grosso do Sul: 4.175
8) Tocantins: 3.881
9) Pernambuco: 2.491
10) Goiás: 2.150

 

DADOS DA ANATEL NA INTEGRA – (CLIQUE AQUI)

 

FONTE: Anatel | Teletime | Mhemann



Quer saber tudo sobre a Operação de Telefonia Fixa? Confira o nosso novo editorial que trata do assunto com especialistas do assunto.

onclick="ga('send', 'event', 'botao', 'clique', 'whatsapp'); onclick="ga('send', 'event', 'botao', 'clique', 'formulario');