CURIE – CABO SUBMARINO DO GOOGLE É CONCLUÍDO

Curie: Cabo submarino do Google em parceria com a SubCom foi concluído na última semana e conecta EUA e a América do Sul. De ponta a ponta, em seus 10 mil km, o novo cabo liga Santiago no Chile à costa oeste dos Estado Unidos. A instalação será dedicada exclusivamente aos serviços Google, que incluem a repartição de computação em nuvem.

Em nota, o Google ainda não divulgou a capacidade da nova infraestrutura. Este é o 13º cabo que a empresa financia pelo mundo. O Curie recebeu este nome em homenagem à cientista Marie Curie.

A empresa já investiu cerca de 47 Bilhões de dólares no mundo todo nestes últimos 4 anos. O montante foi investido com estruturas de Data Centers e Cabos Submarinos em projetos como este.

Acompanhe abaixo algumas das rotas de cabos submarinos existentes no Brasil.

 

NO BRASIL

São 3 sistemas do Google que estão no Brasil. O Monet, que possui cerca de 10,556 km de extensão, com uma capacidade de 64Tb/s. O cabo submarino que conecta Boca Raton, na Flórida, à Fortaleza e depois Praia Grande, no Brasil, e que já está em operação.

O Tannat, sistema liga o Brasil ao Uruguai, saindo de Santos – SP a Maldonado – UY, com 2 mil km e capacidade de 90 Tb/s. A MHemann realizou cobertura no dia de inauguração deste sistema, relembre uma passagem com a palavra do nosso Eng. e Diretor, Maurício Dambros.

 

“Este é um marco importante para as telecomunicações na américa do sul. Pois além de ampliar significativamente a capacidade de transmissão Intercontinental da América Latina também propicia que se crie uma nova rota de conectividade entre o Sul do Brasil e São Paulo. As rotas existentes hoje são terrestres e já tivemos ocorrências recentes que isolaram as comunicações na região sul do Brasil. A expectativa é de um incremento na resiliência das conexões de Internet na região pois ISPs e operadoras poderão comprar tráfego por essa nova rota.” Disse o Engenheiro de Telecomunicações e Diretor da MHemann, Maurício Dambros.

 

Outro sistema do Google, é o Cabo Júnior, com capacidade de 13 Tb/s, e vai do Rio de Janeiro até a Praia Grande.

Além destes, o Brasil vem recebendo investimentos de outras empresas, como O Facebook e a Globenet, a Seaborn, Angola Cables, Antel, Algar.

 

MALBEC

Um dos anunciados mais recentes e que ainda está em desenvolvimento, é o sistema Malbec, do Facebook em parceria com a Globenet, conectando o Brasil com a Argentina. O cabo anunciado em Setembro de 2018 terá 2,5 mil km, ligando o Rio de Janeiro e São Paulo até Buenos Aires.

 

ARBR

Este sistema ARBR irá conectar Argentina, Brasil e EUA. Será uma extensão do Cabo Seabras-1, já em operação desde o ano passado.

ELLALINK

Cabo com 9.200 km de extensão e quatro pares de fibra. Capacidade total de 72 Tb/s e vida útil de 25 anos.

SAIL (Brasil – Camarões)

O SAIL (South Atlantic Inter Link)  é uma estrutura, de 6 mil Km de extensão, liga Fortaleza (Brasil) a Kribi (Camarões).

A implementação foi realizada pela Huawei Marine Networks para as operadoras China Unicom e Camtel (de Camarões). A vida útil do cabo, conforme as empresas, será de 25 anos. O equipamento terá quatro pares de fibra, 32 Tbps de capacidade e transmissão 100 G.

A empresa acredita que o cabo facilitará a conectividade entre os países BRICS (Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul) e atenderá ao rápido crescimento de demanda por dados dos países emergentes.

Acompanhe as rotas brasileiras no mapa interativo da TeleGeography

 

Acesse os links abaixo e acompanhe outros sistemas em nosso Blog.

 

Fontes: Tecnoblog | Teletime | MHemann


futureisp

Future ISP Olinda


Abrint são paulo

Abrint 2019


Concluido o primeiro cabo submarino do atlântico sul. Sistema SACS liga Angola ao Brasil com alta capacidade.

Novo Sistema Malbec ligará Brasil e Argentina através de Cabo Submarino da GlobeNet em parceria com Facebook

Cabo Monet do Google entra em operação conectando Brasil aos Estados Unidos com alta capacidade

Cabo ARBR da Seaborn que ligará a Argentina ao Brasil tem fornecedora de infraestrutura anunciada

SACS – Cabo Submarino ligando Brasil e Angola começa a ser implantado

Cabo Submarino Seabras-1 que liga Brasil aos Estados Unidos será lançado em Setembro