A Companhia Estadual de Energia Elétrica – CEEE, que atua no Estado do Rio Grande do Sul, irá iniciar em setembro a sua ação piloto para o seu projeto de reordenamento de postes. Esquipes da CEEE irão realizar uma análise criteriosa dos postes, onde há cabos de empresas que possuem contrato de compartilhamento de infraestrutura com a CEEE, entre elas, as empresas de telecomunicações (Provedores de Internet, de telefonia e TV por assinatura).

A ação irá resultar no ordenamento das estruturas, mantendo somente os cabos e equipamentos das empresas que possuem contrato de compartilhamento com a Companhia, removendo as instalações clandestinas, inativas ou com irregularidades caso as empresas notificadas não realizem a adequação.

O anúncio de início da ação foi realizado durante uma coletiva de imprensa na tarde desta quarta-feira, 22/08, na Sede da CEEE, em Porto Alegre-RS.

O Diretor da MHemann, Eng. Maurício Cardoso Dambros esteve presente na coletiva para acompanhar de perto o projeto e trazermos em primeira mão a divulgação desta ação para todos os provedores regionais.

Assessoria para Provedores Regionais

Eng. Maurício Cardoso Dambros – Diretor MHemann

 

PROJETO PILOTO

O projeto piloto terá início nas avenidas Borges de Medeiros e Padre Cacique e está sendo organizado junto aos envolvidos desde dezembro do ano passado. A Companhia, junto a Anatel e as empresas notificadas realizaram encontros para tratar de questões técnicas e trocar informações para este projeto.

As fiscalizações prévias serão realizadas a fim de evitar ao máximo o desligamento de clientes cujas prestadoras de serviço estejam com contratos em vigor junto à CEEE, mesmo que elas ainda não tenham passado o mapeamento dos pontos que utilizam. Essas empresas têm até o fim deste mês (julho) para informarem a concessionária de energia sobre os locais em que seus equipamentos estão instalados.

O objetivo da Companhia é fazer o reordenamento dos cabos, garantindo maior segurança para a população e para quem trabalha nos postes, além de melhorar o impacto visual da cidade. Também, remover os cabos das empresas que realizam ocupação irregular ou clandestina destes pontos, deste modo, defendendo o compromisso com as empresas que operam dentro da regularidade e garantindo a justa competição no mercado.

O Diretor-Presidente do grupo, Sr Urbano, frisou que a Companhia irá evitar ao extremo que a operação deixe órgãos essenciais para a população sem o fornecimento de serviços de telecomunicações, por exemplo, locais de ensino, saúde ou segurança.

 

Urbano Schimitt, O Diretor-Presidente do Grupo CEEE, pontuou que, “Este é um importante passo para a regularização do uso dos postes, o que traz benefício para a cidade, para a população e para as empresas corretamente estabelecidas. Essa organização das nossas estruturas, permitirão que os contratos sejam respeitados e, consequentemente, nossos clientes e os dos parceiros, também”.

Diretor Presidente do Grupo CEEE – Antônio Schimitt

AVISOS

Atualmente a Companhia possui 76 empresas com contrato de compartilhamento de infraestrutura em Capital gaúcha. Todas estas empresas foram notificadas no mês de julho através de cartas com aviso de recebimento, via e-mail e reforço por telefone em alguns casos, no entanto, apenas 6 destas empresas deram retorno para a CEEE, e destas, apenas 5 repassaram as informações, e 2 delas se dispuseram para acompanhar o processo.

 

Daniel Vargas de Farias, diretor de Distribuição,  chamou a atenção para a necessidade de as empresa que ainda não se manifestaram identificando os pontos que utilizam regularizarem sua situação. “Estamos tomando todas as precauções no sentido de que o impacto para a população seja o menor possível e também de alertar a população deste trecho da Borges de Medeiros e da Padre Cacique que, ainda assim, porventura tiveram algum transtorno, saibam o que está acontecendo e possam cobrar da sua prestadora de serviço essa regularização”, orientou.

 

Diretor de Distribuição CEEE – Daniel Vargas de Farias

 

Entidades como Procon, Ministério Público, Fiergs, Anatel e prefeitura de Porto Alegre participaram de diversos momentos da discussão, inclusive contribuindo na construção de uma solução para o problema. Tão logo as duas fiscalizações prévias sejam feitas, em setembro, e todos os movimentos de regularização voluntária sejam esgotados, a retirada do cabeamento será feita.

 

CRONOGRAMA

No site da CEEE, está disponível o cronograma das ações de regularização proposto pela companhia. Estão numeradas as 6 primeiras ações de fiscalização, adequação e reordenamento de ocupantes, mas somente a 1ª ação está com o período de andamento, em função deste se tratar do projeto piloto do projeto.

 

1ª Ação de Fiscalização, adequação e Reordenamento de ocupantes

Os Logradouros abrangidos na 1ª fase da ação serão nas Avenidas Borges de Medeiros e Padre Cacique. O cronograma desta primeira fase foi dividido em 3 partes:

1-    Período entre os dias 02/07/2018 à 17/07/2018

Concedido para que as empresas ocupantes forneçam sua base cadastral no trecho de fiscalização. Este processo acontece via preenchimento de um documento disponibilizado pela CEEE no link abaixo:

http://www.ceee.com.br/pportal/ceee/Component/Controller.aspx?CC=97618

 

2-    Período entre 02/07/2018 à 31/08/2018

Concedido para que as empresas ocupantes realizem a adequação de suas redes/ equipamentos e providencie a retirada dos equipamentos inutilizados.

 

3-    Período entre 01/09/2018 à 30/09/2018

Onde serão retiradas as redes/ equipamentos instalados em desacordo com as normas de execução/ instalação, e que não estejam identificados.

 

Os outros 5 logradouros das primeiras 6 ações, respectivamente elencados são: Avenida Dom Pedro II, Avenida Augusto Meyer e Avenida Carlos Gomes na 2ª ação; Avenida Assis Brasil, na 3ª ação; Avenida Ipiranga, na 4ª ação; Avenida Protásio Alves, na 5ª ação; e Avenida Bento Gonçalves, na 6ª ação.

A companhia ainda não divulgou as datas para os trabalhos nestas regiões. Mas que todas as ações passaram pelos mesmo períodos de avisos prévios para adequação, preenchimento de documentações e acompanhamento das ações.

 


A MHemann estará divulgando novas ações desta operação de ordenamento de postes. Para saber mais sobre o mercado de provedores ou o que acontece de novidade no setor, acompanhe nosso blog.

 

MHemann Projetos que Otimizam. 15 Anos de Assessoria e Consultoria para Provedores Regionais.



CONFIRA EM NOSSO BLOG OUTROS POSTS SOBRE O TEMA

Ordenamento de Postes – Celpe realiza levantamento estatístico de sua rede e aponta ocupações irregulares. Conheça as medidas da empresa

Cabos clandestinos serão removidos de postes da Eletropaulo

Fiações de telecomunicações terão limpeza em postes de Santa Catarina

Comissão composta por Anatel e Aneel determinam que Claro, Oi, Telefônica e Tim regularizem redes em postes da AES Eletropaulo em até 90 dias

Coelba reinicia operação de ordenamento de cabos de telecomunicações em postes

Companhia Paulista Inicia Reordenamento de Postes em toda sua Área de abrangência!