A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), apresentou na última quarta-feira, 29/08, os números do serviço de banda larga fixa no Brasil referentes ao mês de julho de 2018.

Dos 30,55 milhões de contratos ativos na base do serviço no Brasil até o final de Julho deste ano. Aconteceu um aumento de 2,53 milhões de assinaturas em relação ao mesmo mês no ano de 2017. (+ 9,03% de Crescimento em 12 meses).

Quando a comparação é feita com relação ao mês de Junho deste ano (mês anterior), os números mostram que o serviço cresceu com 118 mil assinaturas no país em 30 dias. (+ 0,39% de Crescimento).

 


ISPs

Os provedores Regionais (ISPs) assumiram, no mês de Julho, uma fatia de 18,46% do total de contratos ativos no serviço de banda larga no país.Com a atualização dos dados já é possível observar o alto crescimento dos provedores regionais no último ano, e especialistas do mercado já começam a prever que os ISPs devem ultrapassar a Oi em contratos ativos dentro dos próximos meses de 2018.

Atualmente o mercado pode ser classificado em 4 grandes grupos, que são:

30,09% – Claro, com 9,19 milhões de contratos ativos;
25,28% – Vivo, com 7,72 milhões de contratos ativos;
20,24% – Oi, com 6,18 milhões de contratos ativos;
18,46% – ISPs, com 5,64 milhões de contratos ativos.

CRESCIMENTO (12 meses)

ISPs – Cresceu + 49,43%
Claro – Cresceu + 6,36%
Vivo – Cresceu + 1,73%
Oi – Queda de – 3,90%

 


TECNOLOGIA (Por Expansão)


A tecnologia que mais vem se expandindo no mercado de banda larga é a Fibra Óptica. A fibra encerrou julho presente em 4,427 milhões de acessos. Tendo crescido 295,1 mil conexões em comparação ao mês de junho (7,14%).

Quando a comparação pula para os últimos 12 meses, o crescimento do uso de fibra aumentou impressionantes 82,98% no país, somando mais de 2,007 milhões de novos acessos.


A segunda tecnologia que mais teve crescimento, foram as adições de Cable Modem, que adicionou 24,5 mil conexões nos últimos 30 dias, somando um montante de 9,270 milhões de contratos.


A terceira tecnologia que o relatório aponta é o xDSL, que embora seja a mais utilizada no país, como veremos abaixo, é a tecnologia que vem perdendo acessos no processo de expansão da banda larga. No comparativo com junho, a redução do uso de xDSL foi de 88,9 mil acessos, e no período de 1 ano, a redução chegou a 524,2 mil assinaturas.

 

POR ACESSOS, as tecnologias ficam dispostas com uma outra configuração. Mas este quadro tende a sofrer alterações nos próximos meses conforme empresas começam a usar cada vez mais tecnologias como a Fibra Óptica, como vimos acima.

 

Fibra Ótica – 4.427 milhões de acessos | 

Cable Modem – 9,270 milhões de acessos;

xDSL – 12,789 milhões de acessos;

 


VELOCIDADES (Adições em 1 mês)

0 kbps a 512 kbps – 782,5 milhões de acessos; (2% da base de acessos) | Teve perda de 91,3 mil acessos com relação ao mês anterior.

521 kbps a 2 Mbps – 5,408 milhões de acessos; (18%) | Teve perda de 90,3 mil acessos com relação à junho.

2 Mbps a 12 Mbps –  10,207 milhões de acessos; (33%) | Crescimento de 74,9 mil acessos.

12 Mbps a 34 Mbps –  7.852 milhões de acessos; (26%) | Crescimento 48,8 mil acessos.

> 34 Mbps – 9,2904 milhões de acessos. (21%) | Crescimento 294,7 mil acessos em 30 dias.

 

 

 


Estados

Em julho de 2018, os três maiores estados com contratos de banda larga fixa ativos foram São Paulo, com 10,36 milhões; Rio de Janeiro, com 3,29 milhões; e Minas Gerais, com 3,14 milhões. Esses estados apresentaram crescimento de 541 mil (+5,51%), 174 mil (+5,58%) e 387 mil (+14,06%) respectivamente.

O estado do Maranhão, com um total de 289 mil contratos de banda larga em operação, apresentou o maior crescimento nos últimos 12 meses entre as unidades da federação, mais 52 mil contratos (+22,10%). O segundo maior  crescimento foi registrado na Paraíba, mais 45 mil contratos (+15,98%), o que permitiu que o estado atingisse 323 mil contratos em operação em julho de 2018. O terceiro maior crescimento ocorreu na Bahia que, com a entrada de mais 135 mil contratos (+15,95%), registrou 979 mil contratos em operação no mês.

 

Os números do serviço de banda larga fixa (denominado tecnicamente Serviço de Comunicação Multimídia) estão disponíveis no Portal da Anatel.

 

Fique sabendo de todos os números e relatórios divulgados pela Anatel, acompanhe o Blog da MHemann e nossas redes sociais. Tudo que você precisa saber sobre regulamentação, inovação, tecnologia e do mercado de provedores regionais do Brasil está aqui.

 

Fonte: Anatel/ Teleco/ Mhemann

 


OUTRAS NOTÍCIAS RELACIONADAS AO TEMA:

61% dos domicílios brasileiros tem acesso à internet apontam estudos do Cetic.br do NIC.br

Já viu o lançamento do NIC.br ? Baixe grátis o livro Banda Larga no Brasil: um estudo sobre a evolução do acesso

 

Com fibra óptica e maiores velocidades de conexão, Provedores Regionais voltam a elevar os acessos da banda larga fixa

Provedores Regionais elevam os acessos em localidades rurais no Mato Grosso do Sul